segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

John 5 fala sobre material não Divulgada na época do Holy Wood Share



Em uma entrevista recente com o ex-guitarrista John 5, ele falou brevemente sobre sua época com o Manson, o descrevendo como "um gênio" e fala sobre atmosfera de um álbum instrumental não-lançado, chamado "The Factory". Ele diz, "É todo instrumental. Eu e Manson escrevemos juntos, é apenas música legal, sinfônica e assustadora."

Quando questionado se ele consideraria a ideia de voltar para a banda, John disse que sim se "o Rob Zombie quisesse parar com a música e não quisesse fazer mais isso."


Abaixo, alguns trechos da entrevista em que ele fala sobre o Manson:


Nos fale do Marilyn Manson


John 5: Eu acho que ele é o artista que me deu o meu nome, sabe, John 5. Eu aprendi muito, aprendi o que fazer e o o que não fazer, agradeço todos os dias que estive na banda.


Algumas pessoas que te conhecem principalmente pelo seu trabalho com o Manson ficaram bem surpresos com seus álbuns solos que mostraram muita habilidade, e não era tudo isso com Manson...


John 5: Bem, eu eu fiz isso pra mostrar as pessoas que eu podia tocar, ninguém realmente sabia.


Quão longe você poderia ir nas composições quando estava com o Manson?


John 5 :Um pouco, sabe, Manson nunca foi esse tipo de banda com solos de guitarra, então era só 'ok', não era Marilyn Manson e John 5, era só Marilyn Manson, e eu sabia o que tocar e o que não tocar.


O que você gostava no Manson antes de entrar na banda, e o que você achou quando você entrou para a banda?


John 5: Eu amava a música, era inacreditável pra mim, eu era um enorme fã do Manson, e quando eu entrei pra banda foi muito gratificante porque eu tinha que tocar as músicas que eu amava, então, foi muito excitante. Então, você sabe, aquelas loucuras aconteciam e eu realmente não sou muito de farrear, então foi difícil pra mim.


E como você descreveria Manson como pessoa?


John 5: Bem inteligente. Ele tinha uma enorme visão artística, era bem focado nos shows, o visual, a música e tudo mais, muito esperto. Se eu tivesse que me ajoelhar e dizer algumas palavras, eu diria apenas ''um gênio''.


Eu li que você fez um álbum chamado ''The Factory'' durante seu tempo com o Manson, cujo nunca foi lançado... fale um pouco pra gente sobre isso.


John 5: É verdade. É todo instrumental, eu e Manson fizemos juntos, é somente música realmente boa, sinfônica, e que dá arrepios, é fantástico.


Isso foi na época do ''Holy Wood'?


John 5: Sim, foi na época do ''Holy Wood''.


 Quer Voltar novamente com ele se ele lhe pedir?

 John 5: Eu não sei, eu estou muito feliz com Rob Zombie você sabe. Só no caso de Rob Zombie parar a música e dizer que ele não quer mais fazer isso.

  - E como você descreveria o Rob como pessoa?

 John 5: Como uma pessoa como ele é meu melhor amigo, meu irmão. Ele é a pessoa que mais trabalha que eu já conheci, ele não se compara a ninguém, ele se levanta às seis da manhã, trabalha com roteiros de cinema, em seguida, a música, não ir para a cama até muito tarde. Ele trabalha mais do que ninguém que eu já conheci na minha vida, é tão inspirador ver uma pessoa como essa, é irreal.

 - Ele está sempre fazendo coisas ...

 John 5: Sempre. É inacreditável. Ele tem um casamento bem-sucedido, música, filmes, histórias em quadrinhos, tudo. Ele é imparável.

 - Como você se sentiu com mestres da guitarra como Steve Vai jogar em "Songs For Sanity" e Joe Satriani em "The Devil Knows My Name" ou um baixista Billy Sheehan, como em "The Art of Malice", além do reconhecimento que tem a partir destes e de outros grandes guitarristas?

 John 5: Bem, eles são meus heróis. É uma honra ter meus heróis em meus registros. Gostaria de ir ver esses caras ao vivo e ouvir seus registros o tempo todo, não há descrição do que é uma honra tê-los em meus discos, é ótimo porque eles são meus heróis ainda hoje.

 - Quer participar de uma G3, juntamente com Satriani e Vai se você tivesse a chance?

 John 5: Ah sim, claro, eu adoraria.

 - Seria muito legal.

 John 5: Sim, surpreendente.


 - Você está sempre colaborando com muitos artistas, além de jogar com o Zombie e sua carreira solo, você tem algum projeto de outro lado neste momento?

 John 5: Sem projetos paralelos, mas eu apenas fiz um disco de Ricky Martin, que é meio estranho ...

 - Na verdade ele é, como que a colaboração surgiu?

 John 5: Foi através de Desmond Child, ele é o produtor, que trabalhou com ele no álbum Scorpions ("Humanity Hour I") e Paul Stanley álbum ("Live To Win"). Ele é um grande cara, o compositor incrível, e nós ficamos juntos e foi super divertido.

 - Então não é que Ricky Martin está fazendo Metal ... (risos)

 John 5: Não, mas é boa música.


 - Existe alguém que você não jogou ainda com que você gostaria de jogar algum dia?


 John 5: Eu amo o Paul McCartney, eu adoraria fazer isso, você sabe, Paul McCartney ou o príncipe, coisas assim.


 - Quais bandas você está ouvindo atualmente?


 Jhon 5: Bem, agora eu estou ouvindo Slipknot, Steely Dan, Alice Cooper ...

- Muito variada ...

 John 5: Sim, muito variados (risos).

- Você tem planos de fazer uma turnê solo algum dia?

John 5: Algum dia eu gostaria, sim. Estive fazendo essas clínicas em torno da cidade, que têm ido muito bem, porque eu cheguei a jogar para as crianças, e eu começo a responder às suas perguntas e eu tenho que fazer coisas desse tipo. Eu acho que é muito variado do que fazer um show, porque você pode me fazer perguntas e eu posso assinar autógrafos para você, então eu gostaria de fazer um monte de clínicas ao longo do mar, na Europa e coisas assim. Eu acho que poderia ser uma coisa realmente bem-sucedida.


 - Muito obrigado pela entrevista John!
John 5: Obrigado, foi um prazer.

0 comentários:

Postar um comentário

Novos Parceiros